sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Entrevista - Warpath (Irlanda)

Grande banda brutal, técnica e pesada, diretamente da Irlanda, confira a entrevista que fizemos com o grande Warpath.



Saudações Darren, muito obrigado por nos ceder essa entrevista ao nosso blog "Questões e Argumentos", é uma honra entrevista-lo, como está sendo o ano de 2016 para a banda Warpath e quais são os planos para o futuro?

Darren: Olá cara, obrigado pela entrevista, Meu nome é Darren Keogh e eu sou o vocalista da banda de Death Metal Irlandesa Warpath. É um prazer poder responder a algumas perguntas para os metalheads brasileiros loucos! Bem 2016 não foi tão ativo para nós como nos anos anteriores, não me interpretem mal temos trabalhado, mas houve uma grande no lançamento para o nosso novo EP "The Ambience of War", que tem sido o maior quebra-molas no nosso caminho do progresso até o momento. Nós começamos o ano muito bem como banda de abertura para o Benighted e The Black Dahlia Murder e, em seguida, desde então, temos feito alguns shows ao redor da Irlanda, embora tenhamos estado dentro e fora do estúdio de gravação tentando obter o nosso EP pronto para o lançamento. Os planos futuros são liberar o nosso novo Ep, um videoclipe e voltar a viajar e tocar no circuito de festivais novamente em fronteiras internacionais! Dominação Global (risos).


Quando serão os próximos shows da banda? deixe as datas para os nossos leitores.

Darren: Seremos a atração principal da sexta-feira a noite deoGhoulstock, um novo festival em Belfast em 28 de outubro no Centro de Warzone, nós estamos olhando para a frente a isso.






Quais são suas principais influências musicais?

Darren: Todos nós temos influências de diferentes cantos do universo musical, todos nós temos um amor mútuo pelo Death Metal, Quando se trata de escrever o material para o Warpath tomaríamos grande influência das lendas de death metal como Cannibal Corpse, Obituary, Morbid Angel, mas depois também bandas mais modernas, como Misery Index e Behemoth. Nós nunca limitamos nossas influências para o Death Metal, porém, que também adoro Grind, Hardcore, Thrash, Black Metal e tento incorporar elementos de todos eles em nossa música para nos dar o nosso próprio som que é o Warpath. Tudo isso será evidente em nosso próximo EP! Muito diferente dos nossos outros lançamentos, nós sentimos definitivamente ter amadurecido com este material.


Como tem sido a recepção de "Malevolent Reprisal" mundo afora?

Darren: Fantástico cara, nós desembarcamos em muitos passeios e festivais de todo o mundo graças ao que a repercussão do nosso disco de estréia "Gorefare" .Ele também nos proporcionou tocar como banda de abertura duas vezes em Dublin para o seu lendário Sepultura, que foi incrível para nós. Tivemos feedback positivo de webzines, fãs, revistas e YouTubers como Infidel Amesterdm, que tivemos o prazer de ouvir.



Como tem sido a parceria com o selo "Underground Movement"?

Darren: Ian Lawless que é o dono do Underground Movement nunca foi nada além do necessário, lidar com ele é de suporte, útil e faz tudo DIY (Do it yourself) então é assim que você sabe que ele faz pelo seu amor pela música ao invés de olhar para obter dinheiro através de você. O novo lançamento ainda está sendo enviado para os selos, mas vamos ver onde esse caminho nos leva quando ele for impresso e pronto para o lançamento.


Quais bandas você tem ouvido ultimamente?

Darren: Bem, eu só posso realmente falar por mim, mas eu ouço absolutamente de tudo dependendo do meu humor. Tenho ouvido muito Behemoth, The Black Dahlia Murder, Fallujah e Misery Index, nós realmente temos Mark Kloeppel fazendo vocais em uma faixa The Ambience of War, então estamos muito animados sobre isso. Eu também tenho escutado coisas mais antigas como Scale The Summit, Hank III e CKY quando estou relaxando.


Quais são as principais inspirações para as composições das letras da banda?

Darren: Bem no início eu estava mais focado no tema gore, que eu acho que é um tema que está na zona de conforto, para um monte de bandas no início, mas vamos enfrentá-lo, A letra baseada Gore é tão saturada como elas estão atualmente na cena. Eu já fiz experiências com temas baseados em Guerra (aposto que você não verá o que vem por aí (risos)) Os transtornos mentais, comportamento humano, Mitologia e tudo que seja obscuro. Eu sinto que eu posso escrever letras.



Muito obrigado pela entrevista, deixe suas considerações finais e um recado para aqueles que apoiam a banda e leitores do blog, deixe seus contatos.

Darren: Em primeiro lugar obrigado por ter tempo para me entrevistar, Foi um prazer, A todos vocês loucos brasileiros esperamos chegar lá para tocar para todos em algum momento e nós esperamos que você venha pela música, compartilhe com seus amigos e não ser um estranho, porque nós gostamos de conversar com qualquer um que apoia o que fazemos! Muita cerveja!


https://www.facebook.com/pages/Warpath-Ireland

Email: Warpathmetal@gmail.com










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários que conterem publicidade e divulgação de site ou algo malicioso, ambas serão moderadas!!